ATAULFO ALVES, A NOBREZA DO SAMBA

Milena interpreta ‘Errei Erramos’ de Ataulfo Alves na TV Cultura

ATAULFO ALVES, ELEGÂNCIA E NOBREZA DO SAMBA

Quem foi Ataulfo Alves

Ataulfo Alves, elegância e nobreza no samba – Nasceu em 01/05/1909 na Fazenda Cachoeira, município de Miraí, Zona da Mata de Minas Gerais. Filho de Severino e Matilde. O pai tocava viola, sanfona e fazia repentes. Foi conhecido em toda a região. Ataulfo então ainda com oito anos, já gostava de improvisar com seu pai; porém quando ele tinha apenas 10 anos seu pai faleceu. Assim ainda menino, ele começou a trabalhar para ajudar a mãe no sustento da casa. Dessa forma trabalhou em muitas atividades: foi leiteiro, condutor de bois, apanhador de malas na estação, menino de recados, carregador de marmitas, marceneiro, engraxate, plantador de café, arroz e milho. Mesmo trabalhando duro, continuou seus estudos no Grupo Escolar Dr. Justino Pereira. Começou a se interessar pela música ainda criança, ao ouvir os cantos dos trabalhadores rurais em sua cidade natal.

A MÚSICA E OUTRAS PROFISSÕES

Aos dezoito anos, em 1927 mudou-se para o Rio de Janeiro; passou a trabalhar de dia no consultório do Dr. Afrânio Moreira Resende e de noite, fazia a limpeza geral da residência do médico. Casou-se com Judite aos 19 anos. Nessa época conheceu uma jovem de nome Maria do Carmo, amiga das filhas do patrão. Frequentemente a moça dizia que um dia seria artista. Ataulfo achava graça. A jovem era, simplesmente, aquela que surpreendentemente se tornaria o mito Carmen Miranda. (Leia postagem sobre Carmen Miranda neste Blog: https://conclavedesol.mastermusica.com.br/carmen-miranda-a-pequena-notavel). Depois de algum tempo, Ataulfo empregou-se na Farmácia e Drogaria do Povo (de Samuel Antunes), como limpador de vidros, e onde acabou aprendendo o ofício de prático de farmácia, conquistando então a simpatia e a confiança do dono. Na época, morava no bairro do Rio Comprido, onde passou a frequentar rodas de samba.

NASCE O COMPOSITOR

No Rio, ele começou a se envolver com o cenário musical da cidade. Rapidamente, suas composições começaram a chamar a atenção e dessa forma ele fez parcerias com grandes nomes da música brasileira da época. Aos vinte anos, começou a compor; tornou-se além disso, diretor de harmonia de ‘Fale Quem Quiser’, bloco organizado pelo pessoal do bairro. Em 1933, gravou o samba ‘Sexta-feira‘, sua primeira composição a ser lançada em disco. Dias depois, Carmen Miranda gravou ‘Tempo Perdido‘, garantindo pois, sua entrada no mundo artístico. Em 1958, apareceu no filme ‘Meus Amores no Rio‘. A musicografia de Ataulfo Alves ultrapassa 320 canções, sendo uma das maiores da música popular brasileira. Intérpretes importantes pois, como Clara Nunes e os grupos Quarteto em CY e MPB-4, fizeram versões de suas músicas. À princípio, foi um dos primeiros compositores populares a editar suas próprias composições.

ATAULFO, UM DOS DEZ MAIS ELEGANTES

Teve 35 anos de carreira vitoriosa, acumulou troféus, medalhas, placas e diplomas, além dos quadros pintados por Pancetti, ‘Lagoa serena’ e ‘Pois é‘. Um lenço branco foi a sua “marca registrada”. Regia com ele, o seu conjunto. Foi a personificação completa da elegância e nobreza do samba, tanto no vestir como nas composiçôes. Ataulfo Alves marcou gerações com músicas como ‘Ai que saudades da Amélia‘, ‘Leva meu samba‘ e ‘Atire a primeira pedra‘. Sempre muito educado, gentil e refinado, vestia-se com elegância. Chegou então  a ser eleito ‘Um dos 10 mais elegantes‘ em famoso concurso promovido por Ibrahim Sued.  Disse ele: _“Quando fui apontado como um dos 10 mais elegantes, eu aparecia nas fotografias com um terno de 10 anos atrás. Naquela época, eu não podia pagar um bom alfaiate. Mas, depois  surgiram grandes alfaiates que, interessados em ganhar publicidade, ofereciam-se para  fazer as minhas roupas de graça”. 

HOMENAGENS

Por ocasião do centenário de seu nascimento, na cidade de Miraí, a municipalidade promoveu a construção de um Mausoléu para abrigar seus restos mortais e de seus familiares até então falecidos. A edificação está localizada no cemitério São Francisco de Assis. Também, na cidade existe um Acervo Memorial do compositor. Inaugurado em 2005. A exposição permanente possui objetos que pertenceram a Ataulfo e imagens de sua vida, ao lado de personalidades da cultura nacional e internacional e da política nacional. No ano de 2017, com a criação da Academia Miraiense de Letras, o cantor e compositor Ataulfo Alves recebeu homenagem póstuma, sendo proclamado Patrono Perpétuo da cadeira de nº 02, em alusão à data de seu nascimento no dia 02 de maio.

ULTIMOS ANOS E SUA PARTIDA

Faleceu no Rio de Janeiro em 20/04/1969 em decorrência do agravamento de uma úlcera, após uma intervenção cirúrgica, no Rio de Janeiro, poucos dias antes de completar 60 anos de idade. Foi sepultado no Cemitério de Catumbi, zona norte da capital fluminense. A contribuição de Ataulfo Alves que, mesmo sem uma educação musical formal, foi surpreendente; sua experiência de vida, seu talento natural e sua dedicação ao samba permitiram que ele se tornasse um dos maiores nomes do gênero no Brasil. Suas músicas, como Ai, que saudades da Amélia”, Laranja Madura” e Meus tempos de criança, continuam sendo reverenciadas e cantadas por diversas gerações.

CURIOSIDADES:

Amélia, mulher de verdade, existiu mesmo?

Sim, a musa inspiradora do samba ‘Ai que saudades da Amélia‘ de Mario Lago e Ataulfo Alves se chamava Amélia Santos Ferreira; ela era empregada doméstica da cantora Aracy de Almeida que afinal, sempre exaltava as suas qualidades. Morava em Realengo, subúrbio carioca. Morreu aos 91 anos. Acabou imortalizada como ‘a mulher que não tinha a menor vaidade‘. Mostra o esterótipo da mulher submissa que se sentia feliz nesta condição. Hoje, as mulheres lutam ainda pela sua independência, mas em vários aspéctos já conseguiram muitas vitórias.

Aí que saudade da Amélia – canta Ataulfo Alves

FONTE

Se você gostou, não deixe então de ver o próximo Post: Noel Rosa


Descubra mais sobre

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

4 thoughts on “ATAULFO ALVES, A NOBREZA DO SAMBA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.