DIFERENÇA ENTRE VIOLINO, VIOLA CLÁSSICA E VIOLA CAIPIRA

Mesmo sendo instrumentos com nomes parecidos e todo sendo de cordas, cada um deles tem as suas próprias características e sons, deixando as semelhanças apenas em suas respectivas aparências.

VIOLINOS:

Este instrumento foi inventado em meados do fim do século XVI, pelo italiano Gasparo de Salò (1540 – 1609) e teve as suas primeiras mudanças significativas apenas no século XIX, quando a espessura de suas cordas mudou, o seu cavalete ficou mais alto e o braço mais inclinado.

Os instrumentos da marca Stradivarius são considerados os mais valiosos do mundo, com apenas pouco mais de mil exemplares produzidos pelo mestre Antonio Stradivarius (1644 – 1737), restando ainda menos nos dias atuais.

A prova dessa valorização, são os valores que este violino atinge em leilões. Em 2006, um deles foi arrematado por cerca de 3,5 milhões de dólares.

Ele é composto por quatro cordas (as mais agudas de sua família), ouvidos, efes/aberturas, corpo, cravelhas, cavalete, estandarte, fixo, queixeira, arco e almofada. Seu tamanho varia de 48 a 58 centímetros.

Conclusão:

– O violino é o que possui o som mais agudo e é também o mais leve dos três

– Ao contrário da viola clássica e do violino, a viola caipira requer o uso de palhetas e/ou dedeiras para ser tocada, enquanto os outros dois necessitam da fricção das cordas para que o som seja ouvido.

VIOLA CLÁSSICA

Parte integrante da família do violino, possui um som mais encorpado, menos estridente e mais grave que seu parente, apesar de também ser tocada por meio da fricção das cordas. Ela foi criada entre os séculos XIV e XV, tendo sua primeira publicação conhecida, no ano de 1543.

Seu tamanho pode variar, com a pequena tendo cerca de 39 cm , a média conta com 41cm e a grande já tem 43cm.

VIOLA CAIPIRA

A sua origem vem das violas portuguesas, que por sua vez são descendentes diretas da guitarra latina. Este instrumento, até chegar ao que conhecemos hoje, passou por diversas modificações ao chegar no Brasil, popularizando-se cada vez mais por aqui.

Seu formato é muito semelhante ao de um violão e é considerada como um símbolo da música sertaneja nacional, como as conhecidas modas de viola.

Seu principal diferencial, se comparada ao violino e a viola clássica, é a quantidade de cordas, que totalizam dez, dispostas em cinco pares e cada um deles deve ser tocado junto, com a ajuda de uma palheta, uma dedeira ou com as unhas compridas do músico.

Ao contrário dos dois instrumentos citados nos tópicos anteriores, ela não faz uso da fricção para que o som seja ouvido. Seu tamanho pode variar, mas costuma ter cerca de 95 cm, consideravelmente maior que os outros.

Conclusão:

A viola caipira é a maior em tamanho e a única com as origens mais próximas do Brasil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.